VINHO DO MÊS DE MARÇO 2017

Fundada em 1972 pela Casa Domecq, Marqués de Arienzo consolidou-se como uma das bodegas mais antigas a ostentar a qualidade enológica Domecq que produz vinho na Espanha desde 1730. Originalmente, a família produziu Jerez ultra-premium fornecido para o estoque privado das famílias reais espanhola e inglesa. O rei Fernando VII concedeu a Domecq o Mandado Real no século XIX, e hoje as mesmas bodegas abastecem o rei Juan Carlos e a rainha Sophia de Espanha. Os outros clientes célebres do Domecq incluem William Pitt, o almirante Nelson, o duque de Wellington e, também, Henry Ford II, Jacqueline Kennedy Onassis e a rainha Elizabeth, cujo Jerez favorito é La Ina.

Conhecida por seu vinho “Marqués de Arienzo”, esta bodega espanhola se encontra entre as principais de uma nova geração, que em 40 anos logrou um posto honorífico na Rioja. Isto é evidenciado por seu espetacular “parque de barricas”, capaz de armazenar mais de 21.000 barricas de carvalho. Após sua experiência como proprietária das Bodegas Palacio nos anos 70, “Marqués de Arienzo” desempenhou bem o papel que lhe coube  na substituição de uma das marcas mais antigas da região, “Privilegio del Rey Sancho”, cuja principal característica era sua exclusiva garrafa de desenho próprio, algo francamente incomum na Rioja. Marqués de Arienzo é uma bodega inovadora nas estratégias de comunicação e marketing, eis que  soube  combinar a arte de elaborar com rigor e a tradição de produzir vinhos de notável qualidade, além de oferecer uma cultura profissional, desenvolvendo com êxito em salas de aula a apresentação de seu vinho “Marqués de Arienzo” pelo mundo. Atualmente, possui 350 ha de vinhedos e tem capacidade para produzir 4,5 milhões de litros de vinho, assim como possui um invejável “parque de barricas”, com mais de 21.000 unidades conforme já citado no início desse texto. Em julho de 2010 a Vinícola Herederos Del Marques de Riscal S.A. adquiriu da Pernod Ricard a marca de vinho D.O. Ca Rioja Marqués de Arienzo Rioja e mais de 300 hectares de vinhedos e terrenos. Fonte: blog todosacocinar.blogspot.com

Degustação

Continue lendo em Blog do Jeriel

Comnetários

comments

Deixe uma resposta