Aprenda 7 maneiras para desenvolver a sua criatividade

Olá pessoal!!

Seja talento, inteligência, astúcia ou qualquer outro adjetivo que possamos usar para qualificar uma mente brilhante, ser uma pessoa criativa também requer muito trabalho, persistência e exercícios diários, afinal, tanto no âmbito profissional como no pessoal, inovar é preciso para melhorarmos a cada dia. Mas, como podemos desenvolver esse lado de inspirações em nossas vida? Veja algumas dicas simples que podem te ajudar!

No dicionário, a definição de criatividade é: “Originalidade; qualidade da pessoa criativa, de quem tem capacidade, inteligência e talento para criar, inventar ou fazer inovações na área em que atua. Essa capacidade de inventar, de criar, de compor a partir da imaginação“. Segundo o psicólogo Igor Teo, a trabalhar a criatividade demanda tempo e, além disso, é preciso entender que outras pessoas também podem ter tido o mesmo pensamento que você:

“As ideias criativas raramente surgem repentinamente na cabeça de uma pessoa só. São na verdade resultado de várias conexões e podem levar um relativo tempo para ficarem prontas”, explica o profissional, apresentando, abaixo, algumas dicas para aflorarmos nossas ideias.

7 formas que ajudam a desenvolver o lado criativo

1 – Alimentação: Uma das melhores maneiras de começar a trabalhar a sua criatividade é através do que você ingere. A deficiência de alguns importantes nutrientes podem estar interferindo na sua memória e na sua criação. Uma dessas substâncias indispensáveis é o ômega 3, aliado da boa forma e da saúde do cérebro, o ácido graxo é responsável por melhorar as funções cognitivas e aumentar a produção de serotonina, o hormônio do humor e bem-estar. Fontes de ômega 3: salmão, sardinha, sementes de chia e linhaça e nozes.

2 – Observação: “Além de observar, converse com outras pessoas. Muitas vezes boas ideias surgem diante de um problema que alguém lhe coloca e você ainda não tinha pensado de determinada maneira. É aquele clique repentino da criatividade, a lampadazinha que acende, mas que é resultado de uma série de outras ideias e conhecimentos que você já vinha acumulando e que passaram a fazer sentido” explica o psicólogo.

3 – Conheça a sua área: “Saiba o que já tem de produzido nela, e o que outras pessoas estão fazendo neste momento. Não adianta reinventar a roda. Por isso conheça os caminhos que já foram trilhados. Também é bom estar atento a outras áreas e atividades diferentes. Não para copiar, mas para justamente fazer essas conexões inovadoras. Juntar algo que aprendeu aqui com uma inspiração ali, e pronto, ter uma iniciativa nova” reitera.

Continue lendo em Pitacos e Achados 

Comnetários

comments

Deixe uma resposta