Gestão de Pessoas como aliado na empresa, seja você patrão ou não

Qualquer coisa que diga se preocupar com as pessoas e tratá-las como escravos alienados ou objetos programados NÃO É GESTÃO DE PESSOAS!

Além dos assuntos chavões que vemos quando o assunto é empresa, encarregados e colaboradores é preciso saber que por mais batido que isso possa parecer ou ser, falar de GESTÃO DE PESSOAS nunca é demais…

Gestão de Pessoas, na raiz da sua concepção, vem a ser a associação de habilidades, métodos, políticas, técnicas e práticas definidas, com o objetivo de ADMINISTRAR o comportamento interno e POTENCIALIZAR o capital humano nas organizações.

Depois de um conceito cheio de palavras bonitas, vamos nos atentar ao que está em destaque: ADMINISTRAR e POTENCIALIZAR.

A administração do comportamento interno passa por ter a ciência do que pode ser oferecido, do que o funcionário pode esperar como um agente de construção do sucesso dentro de equipes destinadas ao crescimento da empresa.

Vale lembrar que o sucesso e o crescimento da empresa como consequências deve fazer parte de uma espiral de motivação onde o líder, gerente, encarregado ou chefe da tribo esteja engajado em melhorar as condições de trabalho e facilitar processos.

A potencialização do capital humano ocorre quando há a consideração da opinião das pessoas que estão envolvidas no processo…

Quando há a abertura para sugestão de ideias, pois todo mundo (TODO MUNDO) pode ter uma boa ideia, nem que seja apenas uma em toda sua vida. (POIS É)

Gestão de Pessoas é a substituição do comum pela inovação através de ter as pessoas e suas ideias em tão alto estima que os processos burocráticos podem ser diminuídos em nome de uma estrutura de trabalho mais fluida.

Continue lendo em Felipe Martins

Comnetários

comments

Deixe uma resposta