REVIEW: MOANA: UM MAR DE AVENTURAS NOS CINEMAS

Estou mais que pronta para escrever a resenha desse filme maravilhoso que estreou essa semana passada em todos os cinemas do Brasil. A divulgação de Moana: Uma Aventura no Mar foi gigante. Lembro que em Novembro eu já via muita gente postando sobre o filme e falando da fofura do trailer e gente quem se apaixona por um filme pelo trailer? Claramente eu! Minhas animações favoritas (fora Moana) são Monstros S.A (e Universidade Monstros) e Meu Malvado Favorito e parte dessa obsessão vem por causa da fofura dos personagens. Dá vontade de entrar na tela da TV e abraçar o Mike e o Sully e os minions? A qualidade da animação parece que são reais e apertar e segurar as bochechas do personagem é o que eu consigo pensar. Agora, Moana? Eu fiquei literalmente igual ao emoji com corações nos olhos. Olha só a fofura que é a Moana bebê! Gente sério! Me diz se não dá vontade de pega no colo! Fiquei impressionada pelo trailer com a perfeição dos detalhes e fiquei louca pra ver em 3D e desfrutar 100% dessa qualidade maravilhosa. Tudo isso porque nem comecei a falar do filme em si. É, eu realmente estava ansiosa por Moana.

Ano de estreia: 2017
Duração: 1h53min
Elenco: (Animação)
Classificação etária: Livre
Sinopse: Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, vinda de uma longa linhagem de navegadores. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Acompanhada pelo lendário semideus Maui, Moana começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.

          Pra começar a falar de Moana é impossível não citar aquele discurso pronto que todos dizem sobre Moana antes de assistir. É a Disney quebrando conceitos antigos de princesas loiras e perfeitas que precisam de um príncipe. Moana é morena bem Havaí e tem cabelo crespo e bem, não é princesa nenhuma e também não termina com nenhum cara no fim e isso nem é spoiler. É um fato. Eu acho ótimo esse incentivo de a Disney continuar fazendo filmes com essa linha de pensamento. Moana não é a primeira “guerreira” não. Lembra da Mulan? E a Merida de Valente? O filme é bem nesse estilo mesmo, mas na minha opinião bate 10 a 0 neles.

Comnetários

comments

Deixe uma resposta