A CULPA É DAS ESTRELAS

Contém spoilers
“Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros… Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.” (Hazel Grace)

 

Livro: A Culpa é das Estrelas

Título Original: The Fault in Our Stars

Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Nota: 5/5
 Resultado de imagem para a culpa é das estrelas
O livro é narrado por Hazel Grace, uma garota de 16 anos que desde os 13 sofre de câncer na tireoide. Hazel não têm amigos, mas em seu tempo livre ama ler seu romance preferido Uma Aflição Imperial escrito por Peter Van Hounten. Segundo ela, ele é a única pessoa que entende como é está morrendo e que não morreu de verdade. Ela descarta a ideia de que possa, um dia, livrar-se da doença e se apaixonar está fora de questão.
Devido a doença, Hazel é obrigada a andar para cima e para baixo com um cilindro de oxigênio. Por ela não sair muito de casa e ficar relendo o mesmo livro várias vezes, sua mãe chega a conclusão de que Hazel está deprimida e a manda para um grupo de apoio liderado por Patrick – que sofreu com cancro nos testículos.
“É na liberdade que muitas pessoas encontram o pecado.”
No grupo de apoio – ou “coração literal de Jesus” – Hazel conhece Augustus Waters, um jovem com uma perna falsa pois a perdeu para o osteosarcoma (um tipo de câncer nos ossos que se propaga para outros membros) – sim, Augustus é um sobrevivente -, Gus também é o melhor amigo de Isaac, o garoto com quem Hazel se comunicava por olhares.
 
“- Talvez você queira falar de seus medos para o grupo.
– Meus medos?
– É.
– Eu tenho medo de ser esquecido.”

Comnetários

comments

Deixe uma resposta