[RESENHA] Do que são feitas as estrelas?

Autor: Jana Meilman

Gênero: YA, Ficção, Romance (fiquei em dúvida sobre como definir)

Editora Kindle

Páginas: 255

Ano de publicação: 2017

Site Oficial | Fanpage | Instagram | Playlist | G+

O book trailer está após a sinopse.

Sinopse

O que as dificuldades que você enfrenta na vida tem a ver com as estrelas? A resposta para esta pergunta está no livro Do que são feitas as estrelas? Que narra a história de Malu, uma jovem atriz brasileira que vai em busca do seu sonho em Nova Iorque, para estudar na Watson School, uma das mais importantes escolas de artes cênicas do mundo, famosa por transformar seus alunos em grandes estrelas.

Na Watson, Malu conhece Sofia uma mexicana carismática que faz parte de uma família singular, e Lauren, uma irlandesa determinada e nada convencional.

Juntas as três amigas viverão romances, aventuras e descobrirão a força da amizade.

No entanto, para realizar o sonho de tornar-se uma estrela, Malu terá que tomar decisões difíceis e superar uma tragédia inimaginável. E será no momento de maior escuridão da sua vida que Malu descobrirá do que são feitas as estrelas.

“…Uma vida de sucesso não é estabelecida da noite para o dia, mas é construída através de muito esforço, superação e de escolhas que precisam ser tomadas em momentos decisivos…”

Durante a leitura, fiquei imaginando uma forma de começar a resenha, e confesso que não foi nada fácil. Escrevi e reescrevi diversas vezes a introdução e, por fim, decidi falar do diferencial que o livro.

Atualmente, a história está disponível apenas em e-book, e quando você adquire o livro você também adquire a playlist de acompanhamento. Durante a história, você irá encontrar este sinal , ele indica que ali tem uma música que irá te ajudar na ambientação da história ou até mesmo te colocar no mundo do personagem.

Durante a leitura as músicas foram essenciais, elas me permitiram sentir o que o personagem sentia e me emocionar a cada nova conquista.

Continue lendo em Fonte Literária

Comnetários

comments

Deixe uma resposta