Resenha: E viveram felizes para sempre, Julia Quinn

Título: E viveram felizes para sempre
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Gênero: Romance de época
ISBN:  858041637X
Lançamento: 2016
Skoob: Adicione
Avaliação: ★★★★

Sinopse: Alguns finais são apenas o começo… Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos… Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza. Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes? A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton. Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.

“Você pode até me amar mais, mas eu vou te amar melhor.” Ele esperou um momento. “Não vai me perguntar o que isso significa?”


E viveram felizes para sempre é o último livro da série Os Bridgetons da autora Julia Quinn que foi lançado em 2016 pela editora Arqueiro. Esse é um livro extra que encerra toda a trajetória dessa família encantadora que consquistou muitos fãs desde o seu lançamento em 2013. Eu sou uma delas e confesso que posterguei bastante mesmo essa leitura porque não queria me despedir desses personagens tão incríveis que eu tanto me apeguei.

Comnetários

comments

Deixe uma resposta