Resenha: Livro King / T. M. Fraizer

Oi oi meus amores, quanto tempo eu sumi hein? Bem e que tal voltarmos num grande estilo e falando de algo que eu todos já estão calejados de saber que eu amo? Se você chutou LIVROS, você acertou.

Desabrigada. Com fome. Desesperada.
Doe não tem lembranças de quem ela é ou de onde ela vem.
Com um carreira criminal notória e acabado de ser libertado da prisão, King é alguém que você não quer cruzar a menos que você esteja preparado para pagar de volta com sangue, suor, buceta ou uma combinação de todos os três.
O futuro de King está na balança. Doe está escrito em seu passado. Quando eles caem juntos, eles terão de aprender que às vezes, a fim de segurar, você tem que primeiro deixar ir.
Autora: T. M. Fraizer // Páginas: 279 // Nota: 5/5
King sempre viveu ao seu modo, junto com seu melhor amigo Preppy, eles não sabem o que é regras, leis ou limites. Passando eles mesmo seus trabalhos abaixo da lei, sendo comandantes de seu proprio negocio. Eles são temidos, King principalmente com seu tamanho, olhar ameaçador, e tatuagens assustadoras não leva merda nenhuma para casa, para si ou para  Preppy. Tudo o que quer ele tem, mulheres, festas, álcool e drogas. Três anos na prisão o modificou de uma maneira que nem ele entende, e ele não quer entender. Quando Doe – como Jane Doe – aparece em seu quarto de tatuagens e o vê numa situação constrangedora – para ela apenas -, tudo o que King consegue absorver é seus grandes olhos azuis.
Doe está ferida, quebrada, e não a menor ideia de quem ela é. Tudo o que ela precisa é de alguém que cuide dela, a proteja, mesmo que isso signifique se vender em troca. Tudo o que ela menos esperava era acordar na cama de um estranho, algemada e nua. Tudo o que ela menos esperava era gostar. Tudo o que ela, com certeza, não queria… Era se apaixonar.

Comnetários

comments

Deixe uma resposta