uma moda mais consciente, por favor!

Não existem mais dúvidas de que há um novo pensamento reinando nas mais jovens cabeças pensantes. Rola por aí um sentimento de cortar excessos consumistas, ser responsável por tudo que se produz e se descarta, ter uma percepção global da destruição que os resíduos poluentes podem causar ao planeta.

Através deste viés de preservação e consciência coletiva, podemos afirmar que existe um design de moda mais minimalista e versátil, que aproveita as mesmas peças de roupas de uma maneira inteligente e criativa. São diversos os modos que estão aparecendo e nos mostrando que podemos realizar coisas incríveis com muito menos exageros ou opulência.

Como a indústria da moda é conhecida como uma das mais perdulárias em atividade. Há de se rever toda a cadeia produtiva e cortar os luxos. Pode ser uma ideia inimaginável para grandes produtores, mas não para os pequenos. E é através deles que este sistema pode ser reinventado. Com um pensamento de comunidade, de sustentabilidade e de simplicidade, buscando subsídios possíveis para que todos os envolvidos possam usufruir da mesma cadeia produtiva. Não estamos falando de uma comunidade hippie (nada contra!), mas um sistema mais sofisticado, com design pesquisado e não só uma coisa meramente rústica.

Exemplificando alguns destes propósitos, existe um modelo brasileiro (para não ir muito além!) que pode servir de motivação, de que existe uma luz no fim do túnel. O coletivo Malha, vem desenvolvendo um trabalho nesse sentido.

Continue lendo em rg próprio 

Comnetários

comments

Deixe uma resposta