AUTOCONHECIMENTO

O ser humano tem um desejo natural de conhecer e aprender desde o dia de seu nascimento. Quando bebê recém-nascido, ele já conhece a mãe pelo cheiro e voz. A partir daí ele, como uma esponja, vai conhecendo tudo e todos ao seu redor. Seus familiares, seus brinquedos, seu quarto, seus amiguinhos, sua professora, seu programa de TV favorito, enfim… é uma jornada de conhecimento de tudo e todos para o resto de sua vida. Entretanto, a maioria das pessoas não se conhece.

Quando você não se conhece, você não entende por que faz o que faz, por que pensa como pensa, por que erra e toma decisões erradas na vida, e isso é muito prejudicial, tanto para a sua vida profissional quanto para a familiar e espiritual.
Quem não se conhece, não se corrige. Quem não se conhece, não se entende – como vai entender as outras pessoas? Terá problemas de relacionamento na certa!
Você já se perguntou por que é tão tímida, calada, falante, emotiva, carente, sensível, agressiva, estressada, preocupada, negativa, difícil, controladora, competitiva, egoísta, fria, bruta, invejosa, chorona, insegura, fraca, mal-humorada, etc.? Talvez você, como a maioria, pensa que nasceu assim… que isso faz parte da sua personalidade… só que não.
Personalidade é um conjunto de qualidades que define a sua individualidade. Ou seja, é um conjunto de qualidades e não defeitos! Nenhuma criança nasce tímida. Os defeitos vêm com as circunstâncias ruins da vida: problemas, abusos, sentimento de rejeição e perda, palavras que magoam, comportamentos errados dos pais, desestrutura familiar etc.

Comnetários

comments

Deixe uma resposta