[Biografias Reais] Lygia Fagundes Telles

Já que é preciso aceitar a vida, que seja então corajosamente.
(Lygia Fagundes Telles)
Lygia Fagundes Telles, nascida em São Paulo (19 de abril de 1923) contista e romancista. galardoada com o Prêmio Camões em 2005.
É membro da Academia Paulista de Letras desde 1982, da Academia Brasileira de Letras desde 1985 e da Academia das Ciências de Lisboa desde 1987.

Lygia figura entre nossos melhores escritores da Literatura brasileira. Sua estreia oficial no universo das letras aconteceu no ano de 1944, com a publicação do livro de contos Praia Viva. Sempre presente nas rodas literárias e atenta aos acontecimentos políticos, Lygia foi uma mulher de vanguarda, representando o perfil feminino das décadas de 50 e 60. Cronologicamente, foi ligada à geração de 45, ao lado de nomes como Rubem Braga, Dalton Trevisan, Carlos Heitor Cony e Clarice Lispector.

Lygia sempre considerou a escrita como um luta, em uma de suas entrevistas diz:
“Defino o ato de escrever como uma luta.
Uma luta que pode ser vã,como disse o poeta, mas que lhe toma a manhã.
E a tarde. Até a noite. Luta requer paciência. Humildade. Humor.
Isso requer amor- o amor e a piedade que o escritor deve ter no coração.”
Ficou conhecida em todo o mundo com os livros “Ciranda de Pedra” e “As Meninas”. Com mais de 90 anos de história, tenho certeza que há algumas curiosidades sobre a autora que você provavelmente não sabe.
1. Escritora mirim!

Comnetários

comments

Deixe uma resposta