PALPITES NA CRIAÇÃO ALHEIA

AS PESSOAS SE INTROMETEM NA CRIAÇÃO DO SEU FILHO?

 

Toda mãe já passou ou vai passar por essa situação. Parece até que as crianças são um patrimônio público. Todos, de parentes a pessoas que elas nunca viram, acham que sabem mais sobre a educação dos seus filhos. É claro que, às vezes elas, as mamães até precisam de ajuda, mas que tal esperar que peçam? O que acaba acontecendo é que, não raro, a situação fica complicada, dependendo de como se lida com as intromissões. E, quanto maior for o convívio, pior a saia justa,os palpites são frequentes na criação.

Com a família, todo cuidado é pouco. Tanto para que os parentes não deixem a mãe insegura quanto para que as respostas e reações não desgastem as relações. “A mãe, que se encontra, muitas vezes, em uma situação de sensibilidade, pode se incomodar ainda mais com os comentários”, avisa o pediatra Carlos Eduardo Corrêa. “É bastante comum, na cultura brasileira, a permissão de palpites acusatórios às mães. O porteiro, o taxista, a senhora no supermercado, os parentes, todos parecem sentir prazer em dizer o quanto a mãe é inadequada ou insuficiente para o bebê.”

Continue lendo em Blog da Brava

Comnetários

comments

Deixe uma resposta