Sensorial

Você vem. Mesmo com a luz fraca consigo te ver. Sinto seu perfume. Você me abraça por trás e me faz arrepiar. Seus braços são confortáveis. Adoro estar envolta por eles. Nossos dedos se entrelaçam e nossas mãos viram uma só. Você me olha com o olhar mais brilhante da galáxia. De tão perto sinto sua respiração, que se harmoniza com a minha. Você me beija com os lábios quentes de quem acabou de dar uns tragos, e eu com o gosto amargo do álcool dos copos que acabei de virar. Quando nosso caos se encontra o sabor mais doce se instaura. Nos abraçamos e o mundo parece simplesmente parar. Não ouço mais a música barulhenta e alta.

Continue lendo em Leonina de Saturno

Comnetários

comments

Deixe uma resposta