Ilha do mel, um santuário ecológico no Paraná

Lá no Paraná tem um local tranquilo e agradável que se chama Ilha do Mel. Mar, santuário natural, fortaleza, farol, gruta, trilhas, golfinhos, tranquilidade, simplicidade e boa música de noite. As poucas “ruas” são praticamente trilhas e a iluminação noturna é a das casas. Até em alta temporada e com ilha “cheia” é possível saborear a calmaria. A ilha tem um encanto … só conhecendo para entender.

Há duas formas de curtir a ilha do mel, passando o dia, ou dormindo na própria ilha. Recomendamos ficar pelo menos dois dias para conseguir explorar bem a região.

Não é possível chegar a ilha de carro. (Que bom!) Você precisa ir até Paranaguá ou Pontal do Sul e pegar uma embarcação (mais informações aqui).

Há saídas para dois pontos da ilha: Encantadas e Nova Brasília. São as localidades onde ficam as pousadas, bares e restaurantes.

Existe uma caminhada clássica que vai de Encantadas até o farol (para quem está em Nova Brasilia, pode fazer o caminho inverso) . O caminho não possuí mata fechada, é todo pelo litoral. O primeiro atrativo do percurso é a gruta, onde lá no fundo tem uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Cuidado! A praia próximo a gruta é convidativa, mas não é segura para banho, apesar de muitos entrarem ali. Controle-se! A Praia de Mar a dentro fica logo ao lado. Há um trecho do percurso onde é preciso atravessar pelas pedras. Chegando na praia do farol é preciso subir uma escadaria para atingir a base do farol. Lá do alto a vista é linda. Ficamos na dúvida de como perdemos o folego: com a escadaria ou com a vista. A sugestão é curtir o trajeto e retornar de barco. É possível fazer o trecho de barco entre Nova Brasilia e Encantadas com certa facilidade.

Continue lendo em Nas Andanças

Comnetários

comments

Deixe uma resposta