Parque Nacional Iguazú

As cataratas do lado argentino

Olááá! Tudo bem? No início do mês publiquei um post sobre o Parque Nacional do Iguaçu (PNI), em homenagem à comemoração pelos seus 78 anos. O PNI está do lado brasileiro, mas existe o Parque Nacional do Iguazú, do lado argentino. É sobre ele que falarei hoje. Vamos lá?

O Parque Nacional do Iguazú

O Parque Nacional Iguazú está localizado em Puerto Iguazú, uma cidade argentina vizinha a Foz do Iguaçu. Na verdade, ela está a apenas 15 Km do centro de Foz e é a menor cidade da tríplice fronteira. O principal ponto turístico de Puerto Iguazú é a parte argentina das Cataratas do Iguaçu.
Ele é uma área protegida, criada em 1934 com o objetivo de conservar as Cataratas do Iguaçu e a biodiversidade que as rodeia. O Parque tornou-se Patrimônio Mundial da UNESCO em 1984 (dois anos antes do brasileiro).
Para entrar no Parque é preciso pagar por um ingresso. Há vários tipos de preços, de acordo com a nacionalidade da pessoa. O valor para pessoas originárias de países do Mercosul, que é o caso dos brasileiros, é de 250 Pesos Argentinos.
Importante: Leve o dinheiro em Pesos Argentinos mesmo, pois o parque não aceita pagamento em outra moeda. Você pode fazer o câmbio nas casas de câmbio de shopping ainda em Foz. Também não é aceito cartão de crédito para pagar a entrada do parque.
Além disso, ainda é preciso apresentar um documento de identidade para comprovar de onde você é e poder pagar a tarifa destinada aos moradores do Mercosul. Então, não se esqueça de levar os documentos (até porque, para passar na fronteira, ele será necessário).

Após entrar no Parque, você chegará ao Centro de Interpretação, também conhecido como Centro de Visitantes. Sua função é fornecer informações para que o público conheça e reflita sobre diferentes assuntos relacionados ao ambiente.

Saindo do Centro de Visitantes, você caminhará um pouco até encontrar a estação do trem que levará às cataratas. No entanto, algumas pessoas fazem o trajeto a pé até elas (mas é longe, heim?).

Continue lendo em Viajar Correndo

Comnetários

comments

Deixe uma resposta